Departamento de marketing. O que você precisa saber?

departamento de marketing esportes

O que é necessário para um departamento de marketing profissional em um clube esportivo

Como é estruturado um departamento de marketing esportivo pelos clubes? Muitas dúvidas envolvem uma questão muito simples no marketing esportivo. E enche de anseios os profissionais que podem trabalhar na área. Mas que infelizmente não conseguem espaço.

Pensar num organograma ideal passa por muitas variáveis. O sonho de trabalhar com esporte, num espaço como o Marketing, inspira muitos jovens talentos espalhados pelo Brasil. Mas hoje não é uma tarefa fácil.

Existe uma estrutura ideal?

Temos que pensar numa estrutura como um todo. Qual a estratégia a ser usada? É bem nítido que a maioria dos clubes esportivos do país não tem um departamento montado. Em geral, as diretorias pensam que é um gasto. Esquecem qual a real função do marketing dentro de uma instituição. E passam então a fazer com que funcionários acumulem funções. É óbvio que é errado. Mas há a objeção de quem toma essa atitude: limite de investimentos.

Então, temos que analisar. A estrutura ”se paga”? Qual o alcance o clube consegue? Reza a lenda que o setor de marketing é o único setor que se paga sozinho. Não é uma mentira, quando pensamos que todo os acordos comerciais fechados são captados por esse setor. Um acordo comercial bem amarrado, significa sucesso para a empresa. No caso, o clube. E com isso, o valor acertado pode ser comemorado.

Organograma da equipe do departamento de marketing

Montar uma equipe requer muita cautela. Comece por quem será o

  • Head. O tradicional VP de Marketing ou Diretor. Desnecessário qualificar como seria o líder das operações. Além de qualidades naturais de um líder que vai chefiar as ações e delegar funções, ser proativo, ter bom relacionamento e criativo é essencial.
  • Gerente de marketing. Geralmente, quando a estrutura da instituição é pequena, as atividades do gerente são assumidas pelo VP ou diretor. Quando exigido em função, o gerente é responsável por garantir que o planejamento está sendo executado e que as ações estão em dia com a estratégia. Gerir ações e as pessoas do setor, dando feedback necessário para todos que estejam envolvidos.
  • Analista de Marketing. OS cuidados com o resultado em ações de marketing devem ser levados a sério. O Analista, em geral, envolve-se com ações de inteligência.
  • Auxiliar de Marketing e estagiário. Funções parecidas, cargos diferentes. O estagiário ainda está em formação profissional. Mas em ambos os casos, são pessoas responsáveis por atuarem no campo de atuação. Vale lembrar que estão agindo em ativações, em contato com o torcedor e partir para ações imediatas mais simples, mas importantes determinadas pelo

Nós já falamos sobre o setor de comunicação de um clube brasileiro aqui, como bom exemplo. O departamento de marketing de um clube também pode ser exemplo para outros.

Marketing e comercial se misturam

Alguns conhecimentos no marketing esportivo são essenciais. Podemos listar como itens importantes para um setor: comercial, captação de patrocínio, licenciamento, publicidade/propaganda, comunicação. Para um trabalho bem desenvolvido, deve ser incluído aí métricas. Objetivos Smart: especifico, mensurável, atingível, relevante e temporal.

O conceito de vendarketing no brasil começa a ganhar forças. Oriundo do gringo Smarketing, Sales + Marketing, parece que enfim chegamos a um consenso de que estas duas áreas precisam atuar em conjunto. Em recente pesquisa, os resultados demonstraram que entre os termos usados pelos dois times para descrever um ao outro, 87% deles eram negativos. Isso é impensável! Ou ao menos deveria ser…

 

Deixe uma resposta