Os melhores comerciais do Super Bowl 51

SUPER BOWL NFL PATRIOTS COMERCIAIS

Selecionamos 10 grandes comerciais do Super Bowl 51

O Super Bowl é um dos eventos esportivos mais assistidos na televisão. Se analisar somente pela decisão – o jogo em si – provavelmente é o evento com mais audiência. Com um público que alcança milhões para assistir ao Atlanta Falcons contra New England Patriots no Super Bowl LI, os anunciantes pagam grandes quantias para obter o espaço comercial.

Esse cenário significa que as empresas estão fazendo o melhor para lançar novos comerciais para conquistar os telespectadores. Comerciais de 30 segundos durante o primeiro Super Bowl, em 1967, custavam meros 42 mil dólares. Mas essa média ultrapassou a marca de 1 milhão de dólares em 1995 e chegou ao valor recorde de 4,5 milhões de dólares em 2015. Já em 2016, a CBS cobrou 5 milhões de dólares pelos anúncios, ou seja, 166,6 mil dólares por segundo.

Alguns dos comerciais mais emblemáticos de todos os tempos foram ao ar durante o evento. De Joe Greene do Pittsburgh Steelers, peça para a Apple, quando o jogador arremessou sua camisa a um garoto que lhe deu uma garrafa de Coca-Cola. Uma propaganda para um Macintosh que nunca mostrou nem mesmo o produto.

Alguns desses comerciais saíram na mídia dias antes do Super Bowl 51.

Vamos mostrar alguns dos comerciais que foram sucesso, na opinião do Ataque:

Budweiser homenageou seu co-fundador imigrante. Falamos aqui.

Coca-Cola exibiu novamente seu comercial “America, the Beautiful”:

A Coca-Cola mostrou este comercial originalmente exibido em 2014. “America the Beautiful”, cantada em vários idiomas.

Airbnb envia mensagem forte com “We Accept”:

“Nós acreditamos que não importa quem você é, de onde você é, quem você ama, ou que você adora, todos nós pertencemos. O mundo é mais bonito quanto mais você aceita “, é a linha principal do spot de 30 segundos.

O Sexy Mr. Clean

Mr. Clean já existe há mais de 50 anos, mas ele nunca foi exatamente um símbolo sexual.

Os bebês da NFL estão de volta ao Super Bowl

Apenas veja.

Snickers fez um comercial ao vivo

“Quem sabe faz ao vivo”! E a Snickers fez: comercial ao vivo durante o Super Bowl 51.

Humpty Dumpty caiu da parede.

O conto de Humpty Dumpty caindo da parede ficou muito bom.

Aé orgulhosa feminista da Audi

Um pai vê seu carro e a filha pergunta: como o mundo não valoriza as mulheres no mesmo tom que os homens.

T-Mobile: Justin Bieber, Gronk e Terrell Owens e as ”danças” do touchdown

Bieber “analisa” os variados estilos de comemoração dos touchdowns.

Skittles para apaxionados

O cliché romântico de jogar uma pedra na janela de uma menina no meio da noite tem uma nova regra: não use Skittles.

Deixe uma resposta