Super Bowl 50: por dentro dos valores

Super_Bowl_50_logo

O Super Bowl 2016 será o 50º em toda a história. O grande duelo entre o Denver Broncos e Carolina Panthers vai marcar o domínio como marca mais valiosa do mundo dentre os eventos esportivos, gerando pelo menos US$ 620.000.000,00 em receitas. Segundo Mike Ozanian, colunista especializado, seus cálculos incluem meios de publicidade, patrocínios e licenciamento, os bilhetes (excluindo os brindes por parte da liga) e concessões, além do show do intervalo promovido pela Pepsi.

O evento já tem os bilhetes esgotados muito antes que fosse determinado que o jogo seria entre Broncos e Panthers, no Estádio em Santa Clara, Califórnia. Os tickets estavam à venda a partir de US$ 900 de cada categoria (deck superior) e vão até US$ 22.500 para bilhetes dos camarotes vip’s. Existem outras categorias e preços. Hoje, esses ingressos ainda podem ser encontrados no mercado negro, porém o valor chega a 5x o preço de bilheteria. Com capacidade para 68.500 pessoas, a arrecadação com a venda dos bilhetes pode chegar a aproximadamente US$ 240 milhões.

levis-stadium
Levi’s Stadium em Santa Clara, Califórnia

De acordo com a ESPN, é esperado que 14,5 toneladas de batatas, 1,25 bilhão de asinhas de frango, 1,8 toneladas de pipoca, 4 milhões de pizzas e 4 toneladas de guacamole além de 50 milhões de garrafas de cerveja serão consumidas durante o Super Bowl 50 nos EUA.

Inserção na TV

Para o SB50, a cota para entrar no comercial é de 5 milhões de dólares por 30 segundos.

A Heinz optou pela cautela na sua peça publicitária. O mote da campanha da empresa para esse SuperBowl serão os animais correndo ao som de “Without You”.

Já a Bud Light vai trocar o seu slogan. “Raise One to Right Now” entra no lugar de “The Perfect Beer for Whatever Happens”, Essa campanha deve ir até novembro e deve contar com Ronda Rousey e o ator Michael Pena.

Quem estreia no Super Bowl é a Colgate. E já chegou com tudo: uma campanha que reforce a conscientização do uso de água no mundo. Há uma versão de 1 minuto do comercial, porém, como sairia a 10 milhões, uma nova peça de 30 segundos foi editada e o valor foi fechado ao natural 5 milhões de dólares em mídia.

Outra estreante é a LG no Super Bowl, que apostará em um produto excelente e conta também grana pra contratar Liam Neeson, e os irmãos Ridley e Jake Scott pra direção.

A Hyundai vai veicular dois comerciais durante o Super Bowl, e também aposta em territórios seguros.

A A-B InBev tem um cartel variado. Ela tem exclusividade de categoria esse ano no Super Bowl e além de Bud Light, vai veicular dois comerciais para Budweiser, um para Shock Top e outro para Michelob Ultra.

Show

Para o SB50, teremos alguns artistas de nome que tomarão o palco. Beyoncé e Bruno Mars são esperados para se juntar Coldplay para o show do intervalo. O grande show deve ocorrer aproximadamente 3 horas depois do ponta pé inicial.

(fonte: B9, ESPN, Forbes, Daily Mirror, MD esp, NY Times)

One thought on “Super Bowl 50: por dentro dos valores

Deixe uma resposta