Santa Cruz lança marca própria e reformula produtos com licenciamento

Santa Forte licenciamento marca própria

Time pernambucano embarca na nova marca e remodelação do setor de licenciamento

O Santa Cruz apresenta a sua torcida sua nova marca: a Santa Forte. Mas não será, pelo menos por agora, uma iniciativa 100% independente do clube. Isso por que o clube lançou uma camisa para os torcedores comemorativa, porém a camisa oficial ainda será feita pela Penalty. Times como como Paysandu, Juventude, Fortaleza e Joinville já lançaram sua marca própria e começam a colher frutos.

O Santa possui contrato até 2018 com a Penalty. Portanto, em que se pense a iniciativa,  é preciso ainda respeitar a assinatura até o final do ano que vem. As camisas serão feitas primeiramente para os sócios do clube, algo em torno de 6 mil membros. O tricolor pernambucano espera chegar em 20 mil sócios.

Os clubes estão procurando cada vez mais buscarem novas fontes de receitas. Ao que tudo indica, com contratos limitados com fornecedores, a idéia é buscar 100% de independência financeira na confecção de camisas.

Licenciamento

O Santa Cruz retomou o controle dos licenciamentos de produtos com sua marca. Agora é o departamento de Marketing & Negócios que conduz todas as análises e negociações. E o clube já conta com 25 contratos, com mais de 50 produtos licenciados. E a variedade da oferta está aumentando para atender a todos os públicos.

Para informação, os clubes brasileiros faturaram US$ 307 m ilhões com patrocínio e licenciamento, 17% do
movimentado no país e 0,55% do mundo em 2014.

As novidades são o inédito capacete para motociclistas e os bonés da New Era, um marca considerada pelos colecionadores como a Ferrari dos bonés, que produz os caps do Super Bowl e da NFL (a liga norte-americana de Futebol americano), de quase todos os times da NBA, do Manchester United, Real Madrid e Barcelona.

Veja fotos:

Produtos licenciados serão novamente valorizados no Santa:

produtos licenciados
produtos licenciados

Deixe uma resposta